Jornal da Escola Secundária José Régio – Vila do Conde
23:57 / 04 - 04 - 2020

Arquivos

Calendário

Abril 2020
S T Q Q S S D
« Fev    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

SEMANA DA LEITURA

No dia 12 de Março de 2013, pelas 9.30h, aconteceu Leitura no ginásio. Tratou-se de uma actividade integrada na Semana da Leitura, em que se pretendia que se criasse um momento de leitura coletiva silenciosa em ambiente de sala de aula.

Assim, foi colocado em lugar visível um texto de Rui ZinK sobre o Mar,  e  procedeu-se à sua leitura acompanhada  por um fundo musical e  coreografada por dois dançarinos, os professores da escola Frei João, Pedro Carvalho e Flora Rodrigues  que se associaram a esta iniciativa. Previamente a coordenadora da Biblioteca lembrou às cinco turmas presentes a importância da leitura. Foi um momento de grande beleza e concentração que a todos  sensibilizou.

 

Naquela época eu tinha medo do silêncio e não percebia que não havia mal nenhum em ficar em silêncio a meio de uma conversa, ou mesmo em não ha-ver conversa entre duas pessoas que vão lado a la-do. O silêncio é como o mar. Envolve-nos, e pode submergir-nos, se não soubermos lidar com ele, mas pode também embalar-nos, se perdermos o medo e nos deixarmos ir. Em ambos, mar e silêncio, nada pior do que esbracejar de pânico.

Rui Zink

[Portugal, 1961]

Ó mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal! Por te cruzarmos, quantas mães choraram, Quantos filhos em vão rezaram! Quantas noivas ficaram por casar Para que fosses nosso, ó mar! Valeu a pena? Tudo vale a pena Se a alma não é pequena. Quem quer passar além do Bojador Tem que passar além da dor. Deus ao mar o perigo e o abismo deu, Mas nele é que espelhou o céu.

Fernando Pessoa

[Portugal, 1888-1935]

Mar

Metade da minha alma é feita de maresia.

Mar

De todos os cantos do mundo Amo com um amor mais forte e mais profundo Aquela praia extasiada e nua, Onde me uni ao mar, ao vento e à lua.

(…) Espero sempre por ti o dia inteiro, Quando na praia sobe, de cinza e oiro, O nevoeiro E há em todas as coisas o agoiro De uma fantástica vinda. As ondas quebravam uma a uma Eu estava só com a areia e com a espuma Do mar que cantava só para mim.

Sophia de Mello Breyner Andersen

[Portugal,1919-2004]

 

TORNEIO DE XADREZ E DAMAS

Realizou-se no passado dia 1 de Março de 2013, sexta-feira, o Torneio de Xadrez e Damas, na sala 211. Teve uma forte adesão dos alunos da nossa escola. Os trinta alunos que participaram receberam prémios e diplomas de participação.

 

Os vencedores foram os seguintes:
Torneio de Damas – 1º  – Fernando Reis -12ºSE1
2º – Renato Moreira, 12ºSE1
3º – Rodrigo Areal, 12ºSE1

4º- Nelson Silva, 7ºB

Torneio de Xadrez – 1º – António Alves – 8ºB
2º- Rodrigo Areal, 12ºSE1
3º – Sara Oliveira, 12ºSE1

4º Fernando Reis,  12ºSE1

 

 

VISITA de ESTUDO

Nos passados dias 20 e 21 de fevereiro de 2013, a turma de 11ºCT1 realizou uma vista de estudo com as professoras Mª José Maia e Adelaide Abade à serra da Estrela e ao Museu do Pão em Seia. Tiveram  ainda acesso a aulas de ski na estância da serra. Os principais objectivos foram:
– premiar os alunos pelos bom comportamento e aproveitamento;
– contactar com a natureza;
– desenvolver capacidades físico-motoras específicas do ski;
– desenvolver realções interpessoais;
– desenvolver a relação grupal;
– desenvolver a auto-confiança e auto-estima;
– superar as suas capacidades  psico-físicas.

Foram dias inesquecíveis para os alunos. Todos aprenderam a esquiar e superaram-se a eles próprios. O grupo 11ºCT1 foi elogiado pelo empenho, responsabilidade e comportamento exemplar.

O MAR

Neste ano letivo de 2012/2013, o MAR foi proposto  como tema da semana da Leitura que decorrerá  de 11 a 15 de Março. Por esse motivo, a Biblioteca  e o Ecoclube lançaram dois concursos ligados a esta temática tão abrangente e fascinante que é o MAR.

Até 4 de Março, Biblioteca aceita  textos inéditos sobre o tema, em português ou língua estrangeira, de todos os membros da comunidade escolar, que serão publicados num boletim, caso a qualidade assim o justifique.

O Ecoclube promove igualmente o concurso que divulgamos:

Concurso:“O Mar da Nossa Terra” em PowerPoint ou Movie Maker

Pega numa máquina fotográfica ou de vídeo, cria um “PowerPoint” ou um vídeo “Movie Maker” e ajuda-nos a conhecer melhor: “O Mar da Nossa Terra”

Regulamento:

1. Podem participar todos os alunos do 7º ao 12º ano. Serão constituídas duas categorias distintas, básico e secundário.

2. O trabalho terá que ser coletivo, com um mínimo de dois elementos.

3. O trabalho PowerPoint ou MovieMaker terá a duração máxima de dois minutos, devendo ser entregue em modo de exibição (formato ppsx).

4. A entrega dos trabalhos tem que ser feita na biblioteca, em suporte informático, até 11 de março.

5 . Na avaliação dos trabalhos ter-se-á em consideração a mensagem, a imagem, o som e a originalidade.

6. Todos os trabalhos serão exibidos no polivalente, durante a Semana da Leitura, de 12 a 15 de março.

7. A participação no concurso implica a plena aceitação das normas do presente regulamento. A decisão do júri será inapelável.

8. Os prémios serão atribuídos no 3º período, em data a designar.

Mesas do Dia dos Namorados

As turmas do curso profissional de Restauração e Bar organizaram uma exibição de mesas do Dia dos Namorados, devidamente decoradas e preparadas  para a data. As mesas podiam ser vistas em diversos locais da escola e servem para mostrar o trabalho desenvolvido pelos alunos deste curso profissional que funciona com assinalável êxito na nossa escola.

Concurso “A melhor carta de amor”

Para assinalar os 150 anos da publicação do Amor de Perdição, de Camilo Castelo Branco, a Biblioteca propõe-se escolher a melhor carta de amor da Escola Secundária José Régio.

Assim, dirige a tua carta a uma “TERESA” ou a um “SIMÃO” e solta a tua veia poética! A data limite de entrega dos trabalhos é o dia 14 de fevereiro, junto do teu professor ou na biblioteca da Escola.

As cartas devem ser entregues numa folha A4 e podem ser escritas em língua portuguesa, inglesa, francesa, castelhana ou em latim.

Os prémios serão divulgados na primeira semana de março e entregues no Dia da Escola.

 Participa!

Clube de Leitura

Desde 2010, que funciona na Biblioteca da nossa escola  um CLUBE DE LEITURA , que surgiu como uma experiência piloto proposta pelo Plano Nacional de Leitura, que consistia na organização de um clube com alunos do secundário que, voluntariamente, se inscrevessem para ler e trocar impressões sobre os livros lidos por todos os membros , em reuniões mensais, para além de outras atividades.

Desde esse ano  que o CLUBE de LEITURA se mantém em funcionamento com  cerca de vinte alunos (número máximo sugerido pelo PNL) com um balanço francamente positivo, visível na forma interessada e motivada como os alunos inscritos participam nas reuniões e pelas experiencias de leitura partilhadas entre todos .

Neste ano letivo (2012/2013), os livros propostos foram os seguintes:

Amor de Perdição (obrigatório para todos) e Ensaio sobre a cegueira, O teu rosto será o último e Prisioneiro do céu  (um à escolha).

Paralelamente às reuniões mensais, realizam-se atividades variadas, como encontros com escritores, visitas de estudo, conferências, participação em sessões das Correntes de Escritas, etc… Por exemplo, no ano passado, na sequência a leitura do livro O rei do volfrâmio, do escritor Manuel Miranda, tivemos um encontro  com  o escritor e uma visita às antigas minas de volfrâmio em Arouca. Já este ano letivo, para além da reunião de debate sobre o romance Amor de Perdição, tivemos uma conferência subordinada ao tema “O Amor na Literatura”, pela professora Drª Lurdes Sampaio da Faculdade de Letras e está aberto um concurso de Cartas de Amor, inspirado no referido romance, estando ainda prevista uma deslocação à Casa de Camilo.

 Estas atividades são um complemento da leitura e funcionam como uma forma de enriquecimento pessoal , mostrando o quanto a leitura pode e deve ser considerada como um forte contributo para formação integral   do indivíduo.

Frequência da Oficina de Rendas de Bilros

A  frequência da oficina das Rendas de Bilros tem sido um sucesso, uma vez que funciona em regime voluntário como ocupação de tempos livres e  já conta com 23 inscrições,  além das turmas A, B e C do 7º ano em parceria com a professora Irene Carvalhido que colaborou  no projeto “Bandeira Verde”. Este projeto, único e inovador, visa realizar a Bandeira Verde, alcançada este ano pela escola, em renda de bilros partindo da realização do desenho adequado à elaboração da renda, nas aulas de Educação Tecnológica, com a professora Irene Carvalhido e posterior concretização na oficina das rendas, com os alunos que a frequentam. Trata-se de um desafio para todos os intervenientes por ser realizado por alunos sem qualquer experiência nesta arte e que está a contribuir para uma postura muito positiva nas aulas. Além disso, alguns dos alunos mais entusiastas, neste e noutros trabalhos de renda, são  os rapazes que aparecem mesmo fora do horário em que estão inscritos e que ajudam os outros colegas. Os alunos que se têm distinguido pela assiduidade e serem os pioneiros são o João Pedro Postiga e José Luís, do 7º B,dois excelentes aprendizes e que já ajudam a ensinar outros colegas o que lhes modifica positivamente a postura nas aulas.

 

 

 

 

 

 

 

 

NATAL NA ESCOLA

No próximo dia 18 de Dezembro realizar-se-á, no refeitório  da escola, mais uma CEIA de NATAL com objetivo de promover o convívio entre todos os membros da comunidade escolar. Para além da ceia, haverá a já tradicional troca de prendas.

Estão abertas inscrições até ao dia 13 de Dezembro, na secretária da direção, D. Alice.

 

Na foto, árvore de Natal realizada pelo 7º A (Dez. 2012) sob a orientação da professora Rosário Abreu

Encenação do Sermão do Padre António Vieira

Marcelo Lafontana, responsável pela companhia de teatro Formas Animadas, sediada em Vila do Conde, apresentou aos alunos do 11º ano da nossa escola a encenação do Sermão de St. António aos Peixes.

Trata-se de uma apresentação cénica do referido sermão, preparada pelo ator, designada por Payassu – O Verbo do Pai Grande, por ser esta a forma como os índios do Brasil se referiam ao grande pregador do séc. XVII, Padre António Vieira.

O Sermão de St. António aos Peixes é  um texto de análise obrigatória na disciplina de Português do 11º ano e a possibilidade de os alunos assistirem à representação deste magnífico texto constitui uma mais-valia no processo de análise do mesmo.

Marcelo Lafontana apresenta-se “transfigurado” na figura do Padre António Vieira, com as suas vestes negras de jesuíta e, através da sua colocação numas andas, apresenta-se  num plano superior para mostrar o ascendente que o pregador tinha sobre os ouvintes, naquele tempo.

O referido sermão é um texto de grande atualidade, embora proferido em 1654, em S. Luís do Maranhão, no Brasil. Era dirigido aos colonos brancos, criticando os seus vícios e desmandos na forma como tratavam os índios, escravizando-os e tratando-os de forma cruel . Para além disso é também uma crítica severa a toda a sociedade apontando as virtudes e os defeitos dos peixes, comparando-os com os defeitos dos homens. Como o sermão foi proferido no dia de St. António, este santo é usado, ao longo do sermão, como o exemplo máximo da virtude e das qualidades de um bom pregador. A lenda de que terá pregado aos peixes  por os homens não o quererem ouvir, serve de mote para o sermão, que também vai ser dirigido aos peixes,embora os homens sejam os principais alvo das críticas.

 Page 26 of 27  « First  ... « 23  24  25  26  27 »