Jornal da Escola Secundária José Régio – Vila do Conde
09:26 / 14 - 07 - 2020

Arquivos

Calendário

Julho 2020
S T Q Q S S D
« Fev    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

SIMULTÂNEA DE XADREZ

O Clube de Xadrez da nossa escola, coordenado pela professora Glória Oliveira, organizou no dia 18 de fevereiro de 2014 uma SIMULTÂNEA DE XADREZ, com a presença do simultaneador, de apenas 11 anos, André Carneiro Costa. Participaram os seguintes alunos:

7º A – Luís Carlos

7º A – Emanuel Rocha

7º A – Joaquim Novo

9º B- David Costa

9º B – António Alves

10º  AV1 – Tiago Alves

10º AV1 – Gabriel

11º CT2 – Gonçalo Mendes

12º SE1 – Fernando Reis

Voc. – João Mendes

Uma iniciativa que visa promover a prática do Xadrez, modalidade integrada igualmente no Desporto Escolar, com participações regulares e bastante satisfatórias dos nossos alunos nos torneios já realizados.

Trabalhos enviados para o Japão

Estes foram os trabalhos enviados para o Japão, no âmbito do projeto “Designs includes you” no qual o clube de rendas participou.

Projeto da escola no JN

Com a devida deferência, reproduzimos a reportagem que o Jornal de Notícias publicou no dia 10 de fevereiro sobre o projedo das rendas de bilros.

 

Valter Hugo Mãe na Escola José Régio

“O bom filho à casa torna” é o que se poderá dizer da vinda do escritor Valter Hugo Mãe à  Escola Secundária José Régio, que frequentou, durante seis anos, do 7º ao 12º ano. Foi exatamente pela lembrança desses anos e até pela presença de antigos professores seus, que se iniciou uma interessante conversa com o escritor, de reconhecida fama já internacional, e que tanto agradou ao público presente, constituído essencialmente por alunos e professores da escola, bem como pela Drª Elisa Ferraz e pela Drª Marta Miranda que também quiseram prestigiar o encontro com a sua presença.

Num estilo despojado mas profundo, Valter Hugo Mãe correspondeu inteiramente às expectativas de todos, respondendo às questões relacionadas com a sua formação e o início da sua carreira literária. Do menino sonhador que utilizava a escrita como algo intrínseco à sua natureza, até ao escritor consagrado, deixou a mensagem que é importante não desistir dos sonhos, quando temos a certeza do que queremos, mesmo que tenhamos que ultrapassar muitas dúvidas e até críticas dos que nos rodeiam.

Respondeu essencialmente às questões colocadas pelos alunos do Clube de Leitura que andam a ler os seus livros. Destes destacaram-se, pelo interesse suscitado, A Desumanização e A Máquina de Fazer Espanhóis. Do primeiro, realçou a sua experiência na Islândia, ilha onde decorre a ação do romance e do segundo a forma como a sociedade encara os idosos e a velhice.

Questionado acerca da forma como se processa nele a criação literária, respondeu que escolhe os temas dos seus romances exatamente pela possibilidade que estes lhe dão de vivenciar novas experiências e aprofundar questões ou situações que lhe são estranhas, num processo simultâneo de conhecimento e de criação literária que o leitor também poderá vivenciar.

Foi , sem dúvida, um encontro muito enriquecedor para todos, um voltar às “origens” e uma forte passagem de testemunho a uma nova geração de jovens que, conforme se pôde verificar, já podiam ser seus filhos, pois alguns dos alunos presentes eram filhos de colegas de turma do escritor.

No final, decorreu a habitual sessão de autógrafos que comprovou popularidade do “nosso” escritor, a quem agradecemos a simpática presença, esperando que seja a primeira de muitas.

20 de janeiro de 2014

Maria Rosa Azevedo

 

Os meninos e as rendas

O Fábio Rajão fez questão em fazer um porta chaves para cada professor e também para o nosso diretor. Por sua vez, o Pedro Amorim diz que “dá trabalho mas vale a pena”. Assim se vê a adesão  dos nossos meninos à atividade das rendas que tanto os empolga.

Troca de saberes

Alguns  alunos da turma  do curso profissional das Energias Renováveis inscreveram-se nas rendas de bilros. Desta experiência resultaram alguns desabafos da professora Teresa Pimenta que aqui reproduzimos e que mostram o quanto  estas atividades podem ser complementares «Claro que me apercebo que é uma forma de estarem numa sala com meninas mas, como se comportam lindamente e até colocaram como foto de perfil no facebook uma foto a trabalhar, gostava de noticiar estes alunos. São eles o Renato e o Rui.

«No sentido de conseguir apelar à atenção dos rapazes não só para as rendas de bilros como também para a valorização do nosso trabalho de professores, propus aos alunos de energias renováveis que, se aprendessem rendas de bilros, eu seria sua aluna e aprenderia a soldar. O resultado foi fantástico e a conclusão a que chegaram os alunos foi de que é muito mais fácil ser aluno que ser professor. Uma lição para não esquecer»

Clube de Rendas convidado para projeto internacional

O projeto “Design Includes YOU” é uma rede que liga designers e a Comunidade com base nos princípios do Design Inclusivo e Participativo. A designer Lígia Lopes, uma das promotoras deste projeto, visitou o Clube  de Rendas da nossa escola para conhecer as suas atividades, particularmente relacionadas com os alunos do ensino especial, mas também o contributo do clube para a redução do absentismo, abandono escolar e  redução da indisciplina. Assim esta designer levará esta experiência  a um encontro dos promotores do projeto que terá lugar no Japão.

No primeiro contacto que estabeleceu com o trabalho dos alunos na elaboração das rendas, a designer deixou o seguinte testemunho no seu site: «Hoje fomos até Vila do Conde conhecer um diretor recetivo e uma professora entusiasta com o “saber fazer” dos seus jovens alunos. Conheci dois Fábio(s) que me mostraram que os homens também percebem de rendas. Mais tarde conheci um grupo de alunas de sorrisos rasgados. Com elas, até houve aperto de mão para selar o acordo de parceria! Comigo, trouxe uma primeira aula… e fiquei ASSUSTADA com tamanha coordenação necessária! Obrigada aos alunos, à Prof. Teresa Pimenta e ao Professor António Almeida por tão boa recetividade a este projeto. »

Por sua vez o nosso diretor, António Almeida,  afirmou que este convite” representa mais um passo de afirmação desta escola enquanto instituição inclusiva, ativa e aberta a todos os desafios que contribuam claramente para a formação dos jovens e para a divulgação do melhor que se faz nesta comunidade”.

FESTAS FELIZES

O JR formula, neste final do 1º período de 2013,  votos de FESTAS FELIZES a todos os membros da comunidade educativa, através do projeto da árvore de Natal da professora de  Educação Visual,  Rosário Abreu, concretizado na turma do 8º C que se encontra em exposição no átrio da Biblioteca.

Exposição de Rendas

Um conjunto de trabalhos em renda de bilros realizados durante o 1º período, pelos alunos do 8º B (nível 1) e das NEE (iniciados) pode ser visto na Biblioteca da nossa escola, evidenciando as potencialidades que a frequência do Clube de Rendas está a proporcionar a esses  alunos. Pela variedade e qualidade dos trabalhos apresentados damos, desde já, os parabéns a todos.

Marcha “DAR VOZ À DIFERENÇA”

No dia 3 de dezembro de 2013, as escolas de Vila do Conde juntaram-se numa marcha pelas ruas da cidade com o objetivo de chamar a atenção da comunidade para o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Da nossa escola participaram as turmas do 7º E, 9º D e 10º LH1, para mostrarem o quanto é importante a integração e a  não discriminação. Por muitos passos positivos que já tenham sido dados neste domínio, nunca é demais alertar e chamar a atenção para o problema.

 Page 23 of 27  « First  ... « 21  22  23  24  25 » ...  Last »